TuneList - Make your site Live

Grupo de pessoas que leram e aguentaram

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

É grátis? então traz!

Ora bom dia.
Em primeiro lugar como benfiquista cabe-me parabenizar a minha equipa por 70 minutos de muita qualidade e  insultá-los por terem ido tomar banho 20 minutos mais cedo.
Posto isto foco-me no tema que me traz aqui hoje. "O síndrome do grátis".

Ainda estou para entender a necessidade das pessoas colectarem tudo o que seja gratuito, mesmo que completamente inútil. Será algum resquicio dos colectores que outrora fomos, alguma coisa marcada no código genético que nos impede de desperdiçar qualquer coisa que nos seja oferecida?
Não entendo o porquê de quando se oferece alguma coisa o português ir fazer fila, e mais, é que se o português é normalmente avesso a filas (a comprova-lo estão as caras de enfado em qualquer fila de loja ou repartição pública), quando se trata de "grátis" tudo é permitido.
Se a yoplait oferece iogurtes na praia, há filinha pirilau, se a nestlé oferece cereais num festival há filinha pirilau, se a YORN oferece a merda de um bilhete para o cinema, o Colombo fica entupido... CARALHO, têm que aproveitar tudo!?
E o pior é que muitas vezes quem vai buscar o yogurte nem gosta de yogurtes (ou pelo menos daquele sabor) mas leva-o com a desculpa de que "vai dar ao jorge", o jorge por sua vez encontra-se distante e quando o yogurte le chegar às mãos já é requeijão. Então a pessoa foi para a fila (provavelmente mais que uma vez, com o chico-espertismo português), levou uma merda que não usa, não gosta, não vai dar a ninguém, quando os promotores estiverem a levantar a barraquinha ainda obriga o filho a ir perguntar se não sobrou nada e isto tudo porque...
Epá, não sei.


O que eu sei vocês já sabem
Espero ter colaborado!



Relato totalmente ficcionado mas que resume perfeitamente o comportamento do português típico:

Maria: Oh Jorge, hoje podíamos experimentar uma coisa nova...
Jorge: Sabes bem que não gosto de novidades, mas diz lá o que é, mulher.
Maria: Oh Jorge, eu li na Tv7dias que os homens gostam de um dedo no cú...
Jorge: MAU! MAS PENSAS QUE CASASTE COM UM TRAVECO ? NO MEU CÚ NÃO METES NADA
Maria: Não sejas assim Jorge, é de borla!
Jorge: AH, então siga.

5 comentários:

M. disse...

A burro dado...

Já nos está no sangue!

Conheço pessoas que até pagavam para ter algo de gratis!

AVOGI disse...

mas agora diz-me tu que tudo sabes , como sabes que há filas para tudo o que é de borla??? não! Não, me digas que.... tb fazes fila pirilau?
kis (risos e sorrisos)

Fi disse...

Hummm não sei se naquilo do dedo no cu caem todos... Duvido muito!

Fi disse...

;)

Louco disse...

Miss M, também eu, também eu :\

AVOGI: sei porque vou à praia, porque ia a festivais e porque também eu tentei aproveitar um bilhetinho grátis para ir ao cinema, mas desisti ao ver as centenas de pessoas que se acotovelavam no átrio das bilheteiras :\

Fi: LOL, talvez tenha ido longe demais na caricatura :P