TuneList - Make your site Live

Grupo de pessoas que leram e aguentaram

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Ser amigo

Ser amigo, no caso dos homens, é mais do que um exercício de comparência.
Não basta marcar presença, é necessário mostrar, inequivocamente, que partilhamos as dores e as alegrias, enfim, que nos importamos. E por vezes isso consegue-se através de pequenos gestos e por poucas palavras.
Aqui há dias um amigo dizia, a propósito de um convite para jantar:

"Irra fugiu-me tudo para os pneus, hoje não dá!
Até a alma tive que dar."

(nesse dia, a caminho do trabalhou, furou um pneu e rasgou outro)

Ao que eu, imbuído no tal espirito de amigo, respondi:





- "Epá, do mal o menos, antes a alma que o cú"


...É assim que se faz.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Podia dar-me para outra coisa...

A mim sempre me deu para isto.
Desde que me lembro de ser gente que a banda sonora da minha vida é feita com guitarras, bateria e distorção. Se houve um momento marcante então há um hino rockeiro que o acompanha.
Mas não é só o facto de ser uma constante que me cativa.
A verdade é que o rock vai contra o conformado, vai contra o socialmente aceite como normal, é o grito de revolta na garganta de cada um.
O rock é pró-escolha, pró-liberdade, pró-vida, pró-humanidade.
Houve quem se insurgisse contra os massacres na Irlanda;
Contra a guerra do Vietnam;
A favor da liberdade de escolha das mulheres no aborto;
Enfim, se houve questão pertinente no mundo, algures, um cabeludo insurgiu-se e expressou revolta contra isso.
E isso, meus amigos, é fixe pa caralho.



Bom, chega de conversa, melhor que escrever é deixar um exemplo.

Façam favor de desligar a excepcional banda sonora que acompanha este blog e apreciem.

"I see a woman in the night
With a baby in her hand
Under an old street light
Near a garbage can
Now she puts the kid away,
and she's gone to get a hit
She hates her life,
and what she's done to it
There's one more kid
that will never go to school
Never get to fall in love,
never get to be cool."

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Emprego precisa-se.

Arranjar emprego não é fácil nos dias que correm, pouca oferta e muita procura resultam em padrões de exigência necessariamente mais altos e pessoas com muitas capacidades sem emprego...

No entanto, eu percebo que estou a falar com um ignorante ouço:

"Isto de arranjar trabalho, porra, está dificil.  Sabes, acho que é de ter formações a mais."





















Tu tens o 9º ano caralho!
O 9º ANO!!!



Enfim, o melhor é respirar fundo, antes que comece a hiperventilar.

El.





domingo, 21 de outubro de 2012

Vou andar ocupado...


Espelho meu, espelho meu
Quem, em Novembro, vai ver mais concertos do que eu ?



Com um bocadinho de sorte, conseguem não se cruzar comigo.




Atentamente,

El!






sábado, 20 de outubro de 2012

"Tu não prestas"

Esta afirmação tem tanto de verdadeira quanto de inútil.
Nunca me vendi como um gajo impecável, cheio de virtudes e qualidades, sempre me assumi como uma pessoal dificil de entender e ainda mais dificil de aturar, o bom amigo mas péssimo companheiro...
Assim sendo, de que é que te queixas, pergunto eu ?
What you see is what you get.



Hoje nao é o El. quem vos escreve, amanhã o gajo volta.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Questões muito(pouco) pertinentes

O português médio é inculto. É porque não lê, é porque não se interessa, em última análise é porque o pode ser, visto que a escola não faz da cultura, mais ou menos geral, uma exigência. Esta minha ideia é facilmente comprovada, no contacto directo, com pessoas dos mais diversos quadrantes e pese embora ser triste, é o que temos.

MAS FODA-SE, PENSAR CUSTA?

"Desculpe, este "DESDE 29.99" quer dizer que é TUDO 29.99?"
Isto vai muito para além da cultura, isto é revelador de um síndrome muito português, o : - Vou abrir a boca para perguntar a primeira idiotice que me vier à cabeça sem parar 2 segundos para raciocinar porque raciocinar me cansa - assim mesmo, sem vírgulas.

Idiota que me perguntou isto, se me estás a ler, faz um favor à sociedade; afoga o neurónio que te resta e vira um vegetal.



EL.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Eu adoro mulheres

...no geral. A mulher é um ser encantador, cativante, misterioso, cheio de charme, com um magnetismo que não dá para explicar e que nos faz a nós, homens, gravitar na sua órbita. Mas foda-se, também é o animal mais burro que conheço. Proponham um negócio a uma mulher, supostamente inteligente, a caminho de ser licenciada em informática e gestão, e espantem-se com a resposta que ela vos dá. "Ah, o meu namorado esteve a fazer contas..." E o namorado é um ajudante de mecânico com o ensino secundário acabado a pontapé. Alguém me explica?

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Pequeno mal-entendido

Sou abordado por uma senhora, que me pergunta: - Desculpe, tem gravatas? Ao que eu respondo: - Não, só laços. É então que ela grita para o namorado, no outro canto do mundo: - "AMOR SÓ TÊM PAPILLONS" E eu, que não consigo ficar calado: - Não são para a pila minha senhora, são para o pescoço, eles são larguinhos. El Louco.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

E se, de repente, aquele acontecimento que tomávamos como certo nos atinge e, como que por artes mágicas, nos afogamos em desilusão? É objectivamente tão estúpido quanto real.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Mau filho a casa torna...

E eis que El Louco volta para espalhar burrice e disparates em doses industriais. Venha de lá isso!