TuneList - Make your site Live

Grupo de pessoas que leram e aguentaram

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Eu adoro mulheres

...no geral. A mulher é um ser encantador, cativante, misterioso, cheio de charme, com um magnetismo que não dá para explicar e que nos faz a nós, homens, gravitar na sua órbita. Mas foda-se, também é o animal mais burro que conheço. Proponham um negócio a uma mulher, supostamente inteligente, a caminho de ser licenciada em informática e gestão, e espantem-se com a resposta que ela vos dá. "Ah, o meu namorado esteve a fazer contas..." E o namorado é um ajudante de mecânico com o ensino secundário acabado a pontapé. Alguém me explica?

7 comentários:

Éme Ponto disse...

Temos tendência a dar-vos mais importância que a que realmente têm. Vocês voltam a sentir nas vossas entranhas o instinto caçador-coletor e o mundo volta a fazer sentido. No fundo, é uma festinha no vosso ego.

Ou pode ser uma pessoa sedenta de validação externa.

Ou pode estar a fazer-se de burra, para vos levar à certa.

Ou o namorado mecânico é membro da Mensa e cuida das Famels, só porque lhe apetece.







Éme Ponto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Louco disse...

Tudo teorias validas, mas eu continuo com a minha... Enfim a vossa condição de ser fascinante nao sai beliscada. É só mais uma "feature".

Éme Ponto disse...

Vai à sede do FMI. Há lá burros diferentes e que partilham o cromossoma y. :p (Bem vindo do interregno!)

Louco disse...

Eu, que sou louco, digo-te o seguinte:
- Parvos não são eles, que enchem os bolsos. Somos nós, que pagamos e legitimamos o sistema.

Gasper disse...

Eu digo que o teu erro foi ter assumido que a mulher era "supostamente inteligente". Nunca subestimar a burrice alheia ;)

Kowalski disse...

Adorei o comentário da Éme.. :)