TuneList - Make your site Live

Grupo de pessoas que leram e aguentaram

domingo, 26 de setembro de 2010

Não-Me-Apetece-Fazer-Um-Título-Para-Esta-Entrada-Fodasse.

 "Night Bus" - Carris



Bom, resolvi hoje fazer uma lista das 3 coisas que me fazem odiar andar de autocarro, principalmente aqueles que são gratuitos, na Amadora, e a partir das 23:00h.

1. Epá fodasse, o cheiro. O cheiro torna tudo mais insuportável. É que há quem cheire a suor, certo, há quem cheire a catinga, confere, há que cheire a cão, yups, só que depois ainda existem os outros. Aqueles que cheiram a MORTO.
Puta que me pariu, eu garanto que já me cruzei, pelo menos uma dezena de vezes, com pessoas já mortas que não receberam notificação!
É que é impossivel, repito IMPOSSÍVEL, estar vivo e, cheirando daquela maneira, não serrar o braço fora pela linha do sovaco. É pedir muito que tomem um banhinho, vá lá, quinzenal?


2. A música ambiente. Tenho para mim que ser idiota é desporto em Portugal. Ou pelo menos é moda.
É que não bastava os filhos de uma égua escolherem a pior música do mundo para ouvir (e aqui não interessa o género musical porque eles, em qualquer que escolham, vão buscar o pior intérprete possível, mas mesmo o pior dos piores), não, eles ainda têm que partilhar o que ouvem. É um género de uma afirmação cultural, qualquer coisa como:
- "Olha para mim, eu sou um idiota chapado que ouve <inserir género músical aqui> bué pesado e underground."
Tu que me estás a ler e que ouves música sem fones nos ouvidos, tenho duas coisas para te dizer. Em primeiro lugar gostaria de te informar que és um parolo e em segundo, pedia-te encarecidamente que te metesses no caralho. Fecha a janela e não voltes. É que não quero alguém como tu a ler o que escrevo, a sério.



3. E finalmente as pessoas, literalmente as pessoas. Será que existe uma lei que obriga quem entra num autocarro a subir imediatamente os décibeis? Puta que me pariu se entendo o porquê de alguém falar com outrém, que se encontra a um banco de distância, como se estivesse encostado a uma coluna de som de um festival de música com 1000000watts de potência. Já não peço para em Roma serem romanos (aka já que estão em Portugal falem português), mas dá para pararem de berrar?
E o problema não se fica por aqui, porque ainda há os que, embora sozinhos no autocarro, se fazem acompanhar de um telemóvel. A questão é que não conhecem o aparelho que carregam nem as suas funcionalidades...

ESSA MERDA É UM TELEMOVEL, CARALHO!

Não é um copo de iogurte com um cordel atado na ponta, por isso escusam de gritar como se não houvesse amanhã. Se é para fazerem essa figura mandem essa merda ao rio e comprem pastilhas para a garganta. É que não vão precisar dele de qualquer forma, pelo menos para chamadas locais.



E pronto, estas são as 3 coisas que mais me irritam. Se acharem que falta aqui alguma verdadeiramente importante acrescentem, comentando.


PS: Ao primeiro engraçadinho que me chame xenófobo ou racista ofereço um passe da Carris válido para o 711 (Alto da Damaia - Terreiro do Paço).
Habilita-te.



EDIT: A sorte me guarde de algum dia me falhar a bateria no leitor de mp3. Ele é  âncora que me prende à realidade.

7 comentários:

Irritadinha disse...

Ser idiota é religião em Portugal. É daquelas coisas que começa por ser genético e logo se torna social.
Não te chamo de racista ou xenófobo porque tu lá sabes o que gramas no autocarro. Pegando no ponto um, com o qual concordo completamente, para quando uma instituição que ofereça banhos? Há pessoas que são um atentado à saúde pública só por transpirarem.

Louco disse...

Eu transpiro, tu transpiras, eles transpiram.
Eu tomo banho, tu tomas banho, eles...banho?


A questão é existir quem não saiba para que serve a água...
Quase morro a rir( quase, mas não dá, a sério que não dá) quando vejo pessoal bem vestido, cabelinho cortado, ténis da moda, e a cheirar a morto.
Não fosse o meu nariz e eu rebolava a rir com esta incongruência...

Quanto a não me chamares racista ou xenófobo eu preferia que fosse por não ter especificado raças ou etnias (até porque não podia...é generalizado) na minha entrada.
Só fiz uma piada com a foto :P

Louco disse...

Pelo numero de pessoas que leu a cronica e o numero de pessoas que a comentou acho que ouvem todos musica sem fones...
Ardam no Inferno.
Ou melhor, fodam-se no paraíso, sem mulheres e com o careca a fazer de porteiro.

DR disse...

loool este é o teu melhor post :D Congratulations!!!

Concordo com tudo, principalmente com os berros q as pessoas dão ao falarem frente a frente..! É capaz de ser a coisa que mais me irrita.

bjitosss! ;)**

Xixo disse...

LooooL true true... Uma pessoa desiste de andar de autocarro ate á Damaia ou Amadora thx to smell... Nao custa nada tomar banho...

Irritadinha disse...

Vendo por esse prisma, és então um louco altruísta e que evita dividir as minorias, tudo num saco torna-se uma maioria. Aliás... tornaram-se. Foi só um desabafo.

Adrenaline Shot disse...

Nunca valorizei tanto o meu citadino e o facto de ser uma poluidora que não anda habitualmente de transportes públicos como depois de ler este post.
Já pensas-te em andar com um ambientador de WC e ir pulverizando?
(P.S. - ainda só vou aqui, mas prometi que lia tudinho, certo?)